INFORMAÇÕES

08 de Novembro, às 21h30

 

Grande Luís Morais Auditório

Centro Cultural do Mindelo

 

DURAÇÃO: 1h10 min 

Língua: português

CLASSIFICAÇÃO: M.12

FESTIVAL MINDELACT
PROGRAMAÇÃO
 
DRAMA
SONHOS PARA VESTIR
Sara Antunes & Vera Holtz (Brasil)

FICHA ARTÍSTICA

 

Direção Vera Holtz

Texto e interpretação Sara Antunes

Música (execução e composição original) Daniel Valentini

Cenário-instalação Analu Prestes

 

Assistente Paula Cruz

Luz Paulo Cesar Medeiros

Figurino Kabila Aruanda

Vídeos Fábio Nagel

Preparação Mary Kunha

Treinamento de voz Laila Garin

Assessoria de imprensa Barata

Comunicação Projeto gráfico Glaura Santos

Produção Cristina Sato e Paulo Ferrer

 

Agradecimentos Esse texto é dedicado à memória do sonhador Inácio de Loyola Bueno e às obras inspiradoras de Gaston Bachelard e Bartolomeu Campos de Queirós. Aos amigos Adelia Nicolete, Ângela Maria Bicalho Antunes, Caco Coelho, Clarisse Derziê Luz, Clarice Niskier, DMG, Erlon Bispo, Giselle Peixe, Guilherme Leme, Korrente da Alegria de Aruanda, Leila Bicalho, Marcelo Bueno, Martha Kiss, Miriam Castanheira, NA, Paula Maria Gaitán, Paulo Azevedo, Paulo Mattos, Renato Bolelli Rebouças, Sofia Saadi, Vera Azevedo e Viviane Kiritani.

O MOVIMENTO DOS BARCOS É CANTAR

É uma interação com a plateia. Magia. As palavras vão explodindo no centro da cena como bolhas. Um bordado, o primeiro vestido. O pai era um pensador. É como se as palavras do pai fizessem as coisas acontecer. Uma linha escreve a palavra, a outra linha escreve a vida. A mãe que educa. O que não te faz parar - qual a cantiga que te faz ninar? Memória de cada canto faz lembrar do pai e aí, quando o pai escreve na barriga, é poesia dita, fios que tramam. Quintana desfia todos os fios da noite, como se fossem pernas de grilos falantes. Eu daqui palpito, tentando ver, criar um caminho, construir a ponte que vai dar no outro. Universalidade, fonte de prazer. A sede da alma é ali, onde o mundo interior e o mundo exterior se encontram, Novalis. Porta pra tudo, mão, pé e cabelo, baton, blush e pó de arroz. Tomas um chá? Queres um chá? Eu penso nestas coisas antes de dormir. Daí dá uma vontade de sonhar. De sonhar ninguém se cansa (aqui cabe o ponto da pergunta) Olha pra mim e me ama. Simplesmente.

Vera Holtz

O MOVIMENTO DAS PALAVRAS É AGIR

Noite cintilante favorável para sonhar. No limite do dia. Uma parede escrita de sonhos. Uma cronologia do coração que é indestrutível. Alguma coisa que adormece e alguma coisa que desperta. Sem saber se teatro, música ou artes plásticas, “Sonhos para vestir” é antes um devaneio poético. Um tributo àqueles que sabem que imaginação faz criar o que se vê. Os sonhadores desta experiência, companheiros inesquecíveis, desfiaram dias sagrados, reabriram as profundezas das minhas palavras e ajudaram a buscar o destino íntimo desta criação. A esses sonhadores que fizeram de suas existências hipóteses radiantes de vida, meus agradecimentos profundos. E se perdermos alguma palavra, pouco importa, a melodia permanecerá. Criemos dias absolutos! Se não agora, quando?

Sara Antunes

ESPETÁCULO PATROCINADO POR

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© Mindelact 2017 All rights reserved. Website created for Positivos Online

Contacto Centro de Documentação 

Telefone & Fax  00 238 232 4111


E-mail

mindelact@gmail.com