aluaIMG_7364-em-alta_edited.jpg
INFORMAÇÕES

15 de Novembro, às 21h30

 

Grande Luís Morais Auditório

Centro Cultural do Mindelo

 

DURAÇÃO: 60 min 

Língua: Portuguesa

CLASSIFICAÇÃO: M.10

FESTIVAL MINDELACT
REGRAS E PREVENÇÃO

HIGIENIZAÇÃO 

Os espaços terão vários pontos com álcool gel disponível à higienização das mãos

DISTANCIAMENTO

O distanciamento social será garantido, nas entradas, saídas e dentro dos espaços de apresentação

MÁSCARAS

O uso de máscara é obrigatório, na entrada, saída e dentro dos espaços de apresentação

LOTAÇÃO

A lotação dos espaços será reduzida em 60% de forma a garantir o distanciamento dentro das salas

DIGITAL

Bilhetes e programas terão formato digital. O espectador receberá o seu bilhete por mail em formato de imagem, que será mostrado na entrada, com o telemóvel.

PAGAMENTO

Todos os pagamentos serão feitos através de cartão 24 e terminal multibanco, não havendo lugar a troca de notas e moedas.

 
DRAMA
A LUA VEM DA ÁSIA
Chico Diaz (Brasil) 

FICHA ARTÍSTICA

 

Texto original de Walter Campos de Carvalho

 

Atuação e adaptação Chico Diaz

Direção Moacir Chaves 

 

supervisão de dramaturgia Aderbal Freire Filho

cenografia Fernando Mello da Costa

figurinos Maria Diaz

iluminação Renato Machado 

vídeos Eder Santos e Trem Chic

direção de movimento Márcia Rubin 

trilha sonora Alfredo Sertã

preparação vocal Rose Gonçalves

assistentes de direção Gisela de Castro e Danielle Martins de Farias

aderecista / pintura de arte Derô Martin 

fotografia Jaqueline Machado

produção executiva Wagner Uchôa

Produção da apresentação e montagem em Cabo Verde Mano Preto / Jeff Hessney

 

O ESPETÁCULO

Num momento de reflexão sobre sua vida e carreira, Chico Diaz ganhou do diretor Aderbal Freire-Filho a obra de Campos de Carvalho. Apaixonado pela narrativa surreal do autor, Diaz fez a adaptação para o teatro, em que o narrador-personagem conta suas experiências, possíveis e impossíveis, que no fundo buscam o entendimento do mundo e de si mesmo.

O relato de suas histórias, divagações, devaneios e pensamentos existenciais tem um tom intimista, que o aproxima do público, mesmo estando “preso”. Numa entrevista ao jornal Folha de São Paulo, Chico diz que Campos de Carvalho é “contra toda restrição ao homem”, daí sua condenação à tirania, ao culto às aparências e ao pensamento cartesiano.

Com ironia e nonsense, o personagem revela a crítica do autor à sociedade consumista e belicosa e deixa, como legado à humanidade, sua escrita. O questionamento sobre vida e morte, lucidez e loucura fica registrado em sua escrita. O personagem (e o autor) é o que ele escreve. A escrita revela sua alma.

 

CHCO DIAZ 

 

Francisco Díaz Rocha, conhecido como Chico Díaz, é um premiado ator brasileiro de Cinema, Teatro e Televisão e também pintor. Formado em arquitetura pela UFRJ, logo foi sequestrado pelo cinema. Em 1981, atuou em O sonho não acabou, de Sérgio Rezende, o primeiro de mais de 80 filmes nos quais participou. A lua vem da Ásia, de Campos de Carvalho, é seu monólogo mais visto. Recentemente esteve em Lisboa no Teatro do Bairro, sob direção de Antônio Pires na peça uma Pedra No meio do caminho , de Carlos Drumond de Andrade e filmou com João Botelho, em 2019, O ano da morte de Ricardo Reis, de José Saramago.

ESPECTÁCULO PATROCINADO POR

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© Mindelact 2017 All rights reserved. Website created for Positivos Online

Contacto Centro de Documentação 

Telefone & Fax  00 238 232 4111


E-mail

mindelact@gmail.com